• Como Transformar Falhas Em Sucesso No Trabalho

    falha1

     

    Eu tenho um cliente de coaching que está implementando um projeto piloto que me inspirou a escrever sobre Como Transformar Falhas Em Sucesso No Trabalho.

    Hoje esse meu cliente foi oficialmente bombardeado por seu gestor imediato … pela segunda vez

    Ele sentou lá na sala de reunião com o gestor e conversaram sobre por que os participantes (equipe piloto) do projeto nunca haviam abraçado o piloto. 

    O gestor dele estava agitado, queria resultados.

    A situação ficou mais esquisita quando meu cliente disse ao gestor que, na verdade, apesar de tudo, o projeto piloto havia sido bem-sucedido!

     

    Será que falhar no trabalho pode ser uma coisa boa?

    Este incidente coincidiu com algumas leituras que eu estou fazendo sobre como o fracasso pode nos ajudar a atingir metas mais rapidamente. 

    Essas leituras trouxeram uma perspectiva saudável sobre o fracasso e eu queria compartilhar algumas histórias sobre como transformar falhas em sucesso no trabalho.

     

    Como Transformar Falhas Em Sucesso No Trabalho

    O projeto piloto do meu cliente havia falhado inicialmente por alguns motivos:

    • Ele não tinha dado aos participantes uma perspectiva completa de como eles deveriam incorporar esse novo processo em suas atividades diárias.
    • Os participantes já tinham um número esmagador de prioridades em suas rotinas.
    • Os gestores dos participantes do projeto não estavam trabalhando juntos para fazer as mudanças.

    Idealmente, meu cliente queria mostrar como os novos processos do projeto piloto afetariam a equipe de base, mas não conseguia obter os dados porque a equipe piloto não estava usando os novos processos. 

    Ele estava conduzindo um piloto para 4 pessoas antes de implementá-lo em toda o time de base de 500 pessoas.

    Meu cliente precisava ter certeza que o projeto funcionaria, mas o que descobriu foram apenas suposições sobre como a equipe implementaria novos processos. 

    Mudanças organizacionais não são fáceis e meu cliente acabou encontrando grandes obstáculos que precisavam ser abordados primeiro.

    Você pode imaginar o que aconteceria se ele implementasse o projeto com um time maior? Esse teria sido o estágio errado para cometer qualquer falha.

    Em vez disso, ele aprendeu tudo o que precisava corrigir no projeto com apenas quatro pessoas e com duas semanas de prazo. 

    Então, em vez de estatísticas, descobriu uma coisa muito importante que havia sido ignorada. 

    Ele descobriu que essa falha foi realmente um sucesso porque ele aprendeu rápido o que não estava funcionando e agora estava conseguindo implementar o projeto com todo o time. 

    Segundo meu cliente, o próximo piloto será bem diferente e ele tentará falhar ainda mais rápido para poder chegar ao próximo estágio mais cedo.

     

    Aprenda quando você falhar

    Você sabe onde há muitos fracassos diários? Vendas. 

    Para ter sucesso em vendas, você precisa ter “pele grossa”. 

    Sim, você precisa ser capaz de lidar com falhas no trabalho, mas, mais importante, você precisa saber o que fazer com a falha.

    Quando se trata de falhar em vendas, existem dois tipos de indivíduos:

    • O que continua usando as mesmas técnicas esperando que em uma próxima oportunidade o prospect reaja positivamente à sua mensagem.
    • E o que procura aprender lições depois de cada tentativa de venda, ajustando sua mensagem e tentando algo novo na próxima vez.

    O segundo tipo de atitude leva o vendedor a encontrar a melhor hora para telefonar, o tom certo para usar, o melhor tipo de comunicação, etc.

    Abraçar de forma consciente a falha no trabalho, na verdade, acelera seus fracassos.

    E quanto mais você falhar, mais coisas você pode aprender. 

    Não apenas aprenda, mas aplique o que você aprendeu em uma nova hipótese e um novo experimento em sua próxima oportunidade.

     

    Construa seu laboratório

    A própria natureza de algumas áreas, como a de programação por exemplo, é falhar frequentemente. 

    É por isso que as ferramentas corretas de desenvolvimento e os ambientes de teste de desenvolvimento são tão importantes para programadores. 

    Em áreas como essa o fracasso é o negócio e a velocidade é o que leva novos produtos ao mercado primeiro. 

    Escrever uma linha de código de programação é, na verdade, uma experiência. Pode funcionar, ou não. A chave é tentar algo, falhar, girar e tentar algo novamente.

    Pense agora no seu departamento (qualquer que seja) em termos de experimentos. 

    Como você pode dividir suas tarefas em uma série de experimentos? 

    Como você pode rapidamente realizar novas experiências? 

    Quais ferramentas e equipamentos você precisa para realizar suas experiências rapidamente? 

    Defina um período de tempo adequado para realizar seu teste e defina claramente o que significará “sucesso”. 

     

    Somos todos cientistas

    “Experimentação” é um termo mais preciso do que ” falha no trabalho “. 

    O espírito de testar e experimentar é necessário para encontrar respostas para perguntas novas e desafiadoras, não importa em qual campo ou departamento você esteja:

    • Marketing: quais pontos problemáticos são relevantes para esse público?
    • Vendas: o que eu digo no meu e-mail para obter uma resposta?
    • RH: que mix de opções de investimento devemos oferecer em nosso programa de treinamentos
    • Programação: como armazenamos esses dados em vários sistemas?
    • Engenharia: como reduzimos nosso projeto de circuitos?

    Pense em quais experimentos você pode executar em seu trabalho para melhorar a maneira como seu departamento opera. 

    A maioria de nós não pensa assim porque é uma coisa adicional a ser feita. Pense maior!

     

    Escolhendo uma escala apropriada

    Há um extremo aqui, que você precisa ter cuidado: muitos experimentos

    Você precisa ajustar o tempo gasto em experimentos com base no tamanho do problema e no impacto potencial de resolvê-lo. 

    Veja esses 2 exemplos:

    • Se você quiser mandar um humano para Marte, precisará de alguns anos, alguns bilhões de dólares e muitos experimentos. 
    • Se você quiser encontrar a melhor opção de três assuntos de emails, gaste duas horas adicionais testando as 3 opções com uma amostra de destinatários – não é necessário trabalhar nisto por uma semana.

    Então, saia do seu medo de “falhar” no trabalho. Realize testes.

    Quando você  tem medo do fracasso, sua meta se transforma em seguir o processo, em vez de alcançar de verdade o sucesso.

    Pense nisso. Boa sorte e vamos em frente.

     

     

    QUER RECEBER DICAS, ARTIGOS E CONTEÚDOS DE COACHING?

    DEIXE SEU EMAIL ABAIXO

    Artigos Relacionados

    ÉVORA FERRAZ

    Évora Ferraz é Master Coach, Especialista em Coaching Executivo e de Carreira e há mais de 6 anos vem ajudando centenas de pessoas a renovarem completamente suas vidas profissionais. Aproveite todo o arsenal disponibilizado aqui. Curta, siga-nos e compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *