• Autoconhecimento para chegar lá!

    RODA DAS COMPETÊNCIAS

    Um dos primeiros passos no processo de coaching é o autoconhecimento, entender qual é o seu funcionamento, perfil comportamental, suas competências, pontos fortes, pontos de melhoria, seu estado atual e aonde quer chegar. Tudo isso é fundamental para determinar seu foco e planejar suas ações rumo ao tão almejado objetivo, qualquer que seja.

    O Coaching não só proporciona um intenso autoconhecimento, mas também lhe ajuda a direcionar todo o seu potencial para agir de acordo com a estratégia que melhor se adéqua a sua maneira de ser. Coaches competentes não mudam pessoas. Eles identificam suas habilidades, preferências, comportamento, seus valores e utilizam tudo isso ao seu favor. Por isso é tão bom fazer Coaching. Você não muda sua natureza para ser mais feliz. Pelo contrário. O coach vai potencializá-la.

    Então, eu proponho um desafio. Nesta semana, gostaria que observasse suas características e fosse se compreendendo mais, se aceitando e entendendo que não existe jeito certo ou errado. Existem pessoas de perfis diferentes, que agem, enxergam e interagem com o mundo de forma diferente.

    É muito comum que as pessoas prefiram se relacionar com outras que tem preferências e perfis parecidos, porque é mais fácil. Mas, isso nem sempre é possível. Imagine uma empresa com 5000 funcionários, quantos perfis diferentes encontraremos? É esse o maior problema das empresas, pessoas de perfis diferentes, querendo cada uma que a outra siga o seu jeito de ser, desejando que o outro mude. Quantos conflitos, não é mesmo?

    Nas famílias, nos relacionamentos e nas amizades isso acontece também. E muito! Nas escolas, idem e, infelizmente, as pessoas acreditam que para haver um bom relacionamento todos devem agir e rezar pela mesma cartilha, o que é um grande engano. Precisamos apenas compreender e respeitar as diferenças.

    É difícil conviver com as diferenças, mas é isso que nos torna especiais. É isso que propicia novos ângulos de uma questão. É assim que encontramos novas alternativas, outros jeitos de fazer. Grupos criativos, produtivos e de grandes resultados, a maior parte das vezes, é composto por pessoas bem diferentes.

    Quem lidera esse pessoal? Provavelmente, alguém que sabe que liderar não é mandar ou dar ordens. Liderar pessoas é compreender as diferenças de cada um, é colocar pessoas certas, nos lugares certos, usando seus pontos fortes para atingir metas e objetivos.

    Se quiser saber mais sobre perfis, seu funcionamento, pontos fortes e pontos a melhorar, fale com a gente. Deixo aqui um teste de personalidade online, gratuito, muito bom, que eu indico: http://inspiira.org/

    Artigos Relacionados

    ÉVORA FERRAZ

    Évora Ferraz é Master Coach, Especialista em Coaching Executivo e de Carreira e há mais de 6 anos vem ajudando centenas de pessoas a renovarem completamente suas vidas profissionais. Aproveite todo o arsenal disponibilizado aqui. Curta, siga-nos e compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *